domingo, 3 de fevereiro de 2008

De dar e ficar contente

Tenho saudades de falar Português. Dou comigo a pensar em Inglês ou Alemão e apetece-me dar uma chapada a mim mesma, nessas alturas. Faço um esforço para pensar na minha língua, porque só a uso ao telefone, para falar com os amigos e a família. E fora disso parece chinês, fico a pensar que sou um génio porque falo uma língua que mais ninguém fala por perto.

Dói-me a cabeça por causa deste esforço. Tenho saudades de ser eu própria, euzinha com pronúncia do norte e os trocadilhos que tanto gosto de fazer. Se hoje em dia falo português com alguém directamente, tenho que abrir a pronúncia, para ser perceptível a alguém que aprendeu no Brasil.

Tenho saudades de Pessoa, de Fado, de Camões, d'"Uma casa portuguesa", de arroz de feijão com pataniscas feito pela minha mãe, do mar e do cheiro dele, do sol luminoso, do pequeno-almoço de domingo com os meus pais, de ler o jornal escrito em Português, das pessoas que gosto tanto, de uma bela francesinha.

E não deixo de me orgulhar de ser quem sou. De falar muito, ser sincera, e de dar e ficar contente, de abraçar muito e dizer às pessoas que gosto delas quando assim o é.

Mas vá, viver longe significa aprender a ser duro. A chorar e continuar em frente. Também se cresce assim.

Es wird besser.


6 comentários:

pu pu pi tu disse...

: )

Anna disse...

Si, así también se crece..y se aprende muchas cosas. Muchos recuerdos minha linda. Ich bin sicher, dass es besser wird..du sollst nur ein bisschen warten und wenn dieser Moment kommt, dann kriegst du etwas unglaubliches.

Besitos

Anónimo disse...

Pelo menos podes ter a certeza que quando voltares, terás aqui quem bem te receba : ) ..e se precisares de companhia para uma francesinha, café à beira mar ou "asneirar" com o português, já sabes com quem contar : P bjinhos amiga
_Diogo

Filipa Gonçalves disse...

És mm cagona, se tivesses aqui dava-te um XI pertadinho e dizia "eu entendo-te, minha pequena", ja passei por isso! Gosto de ti em todas as línguas (que paneleirice!!).
Beiju***

Anónimo disse...

hehe e ao escrever fizeste-me lembrar do jantar do 124 e de tudo o k ja me deste sendo assim tao portuguesa!!! não faz falta fazeres o esforço pk ser como és é impossivel mudar!!!:) beijinhos de kem gosta muito de tu!vê se te cuidas aí!
Paulinha

Eliana Mara disse...

Sophia, se quiser trocar cartas em três idiomas mal escritos diferentes, posso te escrever tolices ou poesias mescladas de português, inglês e espanhol e o quase nada que sei de italiano e francês.
Te encontrei no site da Alice, e vim para minha primeira visita.
Aqui no Brasil, onde eu vivo, as pessoas falam o mesmo português que eu, mas tem dias que não entendo nada...
Beijos